BLOGDermatologia

O chocolate e a pele

O chocolate é quase uma unanimidade no mundo todo. Ele nasceu como a bebida preferida dos deuses maias e se tornou barra no século 19, na Europa. Nos últimos 3.500 anos, o alimento feito à base de cacau já passou por quase todo tipo de forma, cor e sabor. No Brasil, as sementes de cacau chegaram à Bahia, em 1746 trazidas por um francês.

 

Apesar da longa história que tornou o chocolate uma das sobremesas preferidas, ele já se tornou inimigo da saúde e da pele inúmeras vezes. No entanto, atualmente, a ciência já comprovou que as versões saudáveis do alimento, consumidas sem exagero não são tão perigosas assim.

 

 

 

Os efeitos do chocolate na pele

Esse alimento sempre foi muito relacionado ao surgimento da acne. Porém, ainda não existem evidências cientificas que comprovem essa relação.

 

Mesmo assim, sabemos que fatores dietéticos desse alimento são responsáveis por piorar a acne pré existente. Uma alimentação com alto índice glicêmico pode exacerbar a formação de comedões, assim como o consumo elevado do leite.

 

O que acontece é que a glicose chega ao sangue rapidamente e estimula um pico de insulina, responsável por levar o açúcar para dentro da célula. É esse pico que pode agravar a acne nos pacientes com predisposição para o quadro.

 

 

 

Benefícios do cacau

Vale lembrar que o cacau também possui um ótimo teor de gordura boa com alto potencial hidratante e calmante. A massa gordurosa presente nesse grão forma uma camada protetora que impede que a umidade natural da epiderme escape, proporcionando viço, maciez e luminosidade para pele. Além disso, também desempenha ação vasodilatadora na microcirculação sanguínea, aumentando o grau de nutrição das células.

 

Outra boa notícia é que a semente do cacau contém propriedades antioxidantes, o que protege a pele da ação danosa dos radicais livres e retarda o envelhecimento precoce. As vitaminas, minerais e ácidos graxos presentes no alimento também ajudam a manter a derme saudável.
Uma boa dica para os chocólatras de plantão é optar por produtos com maior quantidade de cacau e menor adição de açúcar, aqueles amargos 70%, já que ingredientes como leite e açúcar estão associados ao agravamento da acne, e não o chocolate em si.

 

 

 

O poder hidratante do chocolate

Enquanto a ingestão de chocolate merece atenção, o produto como opção cosmética é o queridinho de muita gente. Por ser rico em magnésio, potássio, cafeína e vitaminas A,D,E e K, o cacau possui componentes que hidratam e tonificam a pele, combatendo a flacidez e proporcionando mais luminosidade. Não é a toa que até a Duquesa Kate Middleton já se declarou adepta desse “segredo de beleza”.

 

Além disso, a hidratação vinda do extrato vegetal do cacau ajuda a evitar o ressecamento da pele e a perda de água. Por isso, esse tratamento é indicado para quem deseja uma pele mais hidratada, com brilho e maciez.

 

Mas atenção! Não saia por aí vendo receitas caseiras de máscara de chocolate na internet para fazer em casa. Sem o devido conhecimento, esse recurso pode ter o efeito contrário e ainda gerar sérias consequências para sua pele. Também é preciso levar em conta o tipo de derme e o histórico de cada paciente de forma individual para saber se essa é ou não uma boa opção de tratamento.

 

Se você ficou curioso e quer aderir às máscaras de cacau, converse com a sua dermatologista para saber se a técnica é indicada para você ou não, e qual a maneira mais segura de fazê-la. A orientação de um profissional especializado é fundamental em qualquer procedimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *